Acampamento Regional 2009

Entre 9 e 12 de Abril, decorreram em todo o país os acampamentos regionais da Juventude Adventista Portuguesa. A Região de Lisboa reuniu-se na vila de Constância durante estes dias, mais propriamente no Parque de Campismo junto ao Centro de Ciência Viva desta localidade. Foram momentos que não serão facilmente esquecidos, e os Camarros estiveram lá com 47 participantes de todas as faixas etárias.

No ano anterior não tinha havido Acampamento Regional devido ao Congresso de Jovens em Lagoa (2008). Talvez por isso o ACREG 2009 tenha sido tão esperado como foi. Os Núcleos prepararam-se para este evento, de forma a que nada faltasse, e os jovens contaram regressivamente os dias que faltavam para o dia 9 de Abril.

Finalmente, chegou o dia. os Camarros concentraram-se junto à Igreja do Barreiro (Rua Júlio Diniz) para encherem o autocarro que os levaria para a vila de Constância, distrito de Santarém. A viagem foi feita num autocarro dos Transportes Colectivos do Barreiro, comparticipado em metade pela Câmara Municipal que já nos tem apoiado noutras ocasiões.

A chegada ao Parque de Campismo, junto ao Centro de Ciência Viva de Constância foi vivida com entusiasmo. Entre descarregar o autocarro e montar o acampamento dos Camarros, houve muitas oportunidades para matar saudades e cumprimentar os amigos.

Constância é uma vila pitoresca situada na foz do Zêzere, com uma dinâmica própria.o Acampamento Regional da Juventude Adventista (Região de Lisboa) coincidiu com a festa anual da Senhora da Boa Viagem, um evento que atrai muitos turistas e filhos da terra que já não vivem na vila. Trata-se de uma comemoração muito antiga que testemunha a ligação da povoação à vida marítima e fluvial.

Durante os quatro dias que durou o ACREG, os Camarros dedicaram-se em todas as actividades, quer fossem de carácter técnico, espiritual, intelectual ou desportivo. As tarefas de manutenção do acampamento foram encaradas como essenciais e executadas por todos. A cozinha esteve a cargo da irmã Odete Rodrigues, assistida pelo marido, Fausto Rodrigues.

No final, os tições receberam o prémio de 1º lugar, empatados com outra Unidade, os Desbravadores receberam um prémio a valorizar o espírito de grupo e os Companheiros receberam um prémio por se terem destacado numa das actividades de orientação.

Dia 12, o dia em que o Acampamento terminou, não marcou o fim para estes jovens, mas um reinício revigorante para as actividades que vivenciam no Clube.

Written by

Deixar uma resposta